Publicado em: ter, 11 - abr - 2017

Inscrição para processo seletivo do TCE visando preencher cargo comissionado começa nesta terça-feira

Entre outros requisitos, o interessado deve possuir diploma de curso superior, preferencialmente, nas áreas de Administração, Gestão Pública, Contabilidade ou Direito.

A comissão instituída pelo Tribunal de Contas (TCE-RO) para a realização de processos seletivos para cargos em comissão divulgou o Chamamento Interno nº 003/2017 (disponível neste link: http://www.tce.ro.gov.br/index.php/inscricao-para-processo-seletivo-do-tce-visando-preencher-cargo-comissionado-comeca-nesta-terca-feira/), destinado ao preenchimento do cargo em comissão de Chefe de Divisão de Compras, código TC/CDS-3, para atuar no Departamento de Gestão Patrimonial.

Entre outros requisitos, o interessado deve possuir diploma de curso superior, preferencialmente, nas áreas de Administração, Gestão Pública, Contabilidade ou Direito, além de ter experiência mínima de dois anos em planejamento de compras, contratações públicas e licitações, bem como atender os critérios da Lei da Ficha Limpa.

As inscrições estarão abertas a partir das 7h30 desta terça-feira (11), prolongando-se até as 13h30 desta quinta-feira (13). Para tanto, os interessados deverão preencher o formulário eletrônico específico disponível neste link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfBZ3HOzdRhy0-EITmipQxcXDKn_qJ8ajqhgRJtBW-AIGVJmw/viewform.

ETAPAS

O processo seletivo consistirá de cinco etapas, com convocação apenas por meio eletrônico: análises de currículo e de memorial, prova teórica e prática, avaliação de perfil comportamental e entrevista técnica. As etapas serão realizadas nas datas previstas no anexo I do cronograma do edital do processo seletivo.

A remuneração do cargo de Chefe de Divisão de Compras é de R$ 7.485,99, já incluídos os auxílios.

A realização do processo seletivo pelo Tribunal de Contas visa, entre outros objetivos, democratizar o acesso de candidatos a cargos em comissão; garantir os princípios de meritocracia e impessoalidade no procedimento de nomeação; e valorizar os servidores.

Fonte/Autor:Assessoria

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

Comente no FaceBook

  Últimas Notícias

Fisk Expansao Sol e Piscina Adriana Amaral Graftech Phisical